• eolor

A arte e reinvenção de Maju Shanii

Primeira drag queen de Alagoas a se lançar como cantora, Maju fala sobre o lançamento de 'Tremer', sua relação com Maceió, sobre Gloria Groove, Lore B, Vick Makenz, Boby CH e muito mais.

A arte e a reinvenção de Maju Shanii Em momento de expansão em sua carreira, Maju fala sobre o lançamento de 'Tremer', sua relação com Alagoas, sobre Gloria Groove, Lore B, Vick Makenz, Boby CH e muito mais

(Foto: Maju Shanii em '(Me Fazer) Tremer' / Woulthamberg Rodrigues)


Texto: Arthur Anthunes

 

No último dia 25 de Novembro, a drag queen Maju Shanii lançou seu novo single de trabalho, '(Me Fazer) Tremer'. Mais do que uma artista com elementos dançantes, Maju personifica em sua trajetória a luta em torno do reconhecimento nacional, utilizando elementos inovadores, afro urbanos e jogos glamorosos de cor e luz. Inspirada na sonoridade de artistas como Beyoncé e Major Lazer, a nova aposta musical da cantora também faz uso do reggaeton. "É uma faixa pop com uma pegada urbana e um instrumental bem envolvente, entregando um refrão super explosivo. Definitivamente é uma música para dançar e arrasar nas boates”, define Shanii.


Com lançamento marcado para janeiro de 2022, a cantora não esconde a ansiedade em relação ao primeiro EP de inéditas. "’(Me Fazer) Tremer’ é o carro-chefe do EP, então estou muito ansiosa para ver a reação das pessoas. Essa música é um pouco diferente de tudo que já fiz", explica Maju.

Em momento de expansão em sua carreira, Maju fala sobre o lançamento de 'Tremer', sua relação com Alagoas, sobre Gloria Groove, Lore B, Vick Makenz, Boby CH e muito mais Arthur Anthunes

(Foto: Woulthamberg Rodrigues)


Projetando sua arte ao alcance de todo o Brasil, Maju, diretamente de Maceió, conta ao eolor, em entrevista para Arthur Anthunes, sobre sua história, sua relação com Alagoas, suas inspirações e artistas que admira.


Arthur: Maju, nos conte um pouco sobre sua trajetória e como você enxerga o atual momento de sua carreira, principalmente com o single '(Me Fazer) Tremer'?


Maju: Minha trajetória como drag queen se iniciou em dezembro de 2015, mas eu ainda não era cantora. Eu fazia trabalhos como drag performer, dublando música de artistas que eu tenho como referência até hoje, também discotecava em algumas festas e fiz muitos trabalhos de hostess e recepção em casas de show aqui em Maceió, Alagoas. Em 2017, completamente influenciada pelo boom da drag music no Brasil naquela época, lancei minha primeira música, ‘Salto 15’. Ela foi uma parceria com um produtor musical daqui de Maceió, chamado Carlos Lins, e é uma composição dele e de Rian Guimarães, um super parceiro do Rio de Janeiro. Essa faixa abriu muitas portas para mim, principalmente porque eu fui a primeira drag queen de Alagoas a me lançar como cantora, com um material autoral e tentar viver de música a partir daquele momento.


Em 2018, lancei ‘Pegar Fogo’, e com essa faixa entrei pela primeira vez em uma playlist oficial de uma plataforma digital, fato muito marcante pra minha carreira, afinal eu estava começando. No mesmo ano, lancei 'TQR' com a rapper Danny Bond, e essa é a minha música de maior sucesso, conta com mais de 100 mil streams só em uma plataforma, e foi o meu início na composição, pois 'TQR' é de minha autoria. Vieram outras faixas, percorrendo um caminho longo de quase 6 anos de carreira, até chegar hoje com '(Me Fazer) Tremer', que de longe é um dos meus materiais mais maduros e coesos.


Acredito que hoje me encontro no meu melhor momento, pessoal, mas principalmente profissional. Me descobri compositora durante esses anos lançando música e isso fez, definitivamente, amadurecer meu trabalho e ampliar minha visão para outras possibilidades no modo de fazer música.



Podemos esperar novidades de lançamento em breve, outras músicas inéditas?


Sim! '(Me Fazer) Tremer' é o primeiro single, carro-chefe, do meu primeiro EP de faixas inéditas que sai em janeiro de 2022. Será um EP com quatro faixas inéditas, incluindo '(Me Fazer) Tremer', todas possuem composição minha, de Rian Guimarães e ZENIC, sendo este último o produtor musical de todo o EP. Quero que nesse trabalho, as pessoas conheçam Maju Shanii e saibam que ela é uma cantora de pop urbano. Todas as faixas são pop com elementos do hip hop, trap, rap, e tentei me arriscar em algumas, como por exemplo, me arrisquei no house em uma das faixas. Está bem legal, bem diverso e bem eu.

A arte e a reinvenção de Maju Shanii Arthur Anthunes

(Foto: Woulthamberg Rodrigues)



Nos conte um pouco sobre a mensagem do clipe de '(Me Fazer) Tremer'.


Antes de tudo, é um clipe que fala sobre liberdade! Sobre ser livre para nos expressarmos de todas as maneiras possíveis, principalmente a sexual. A música fala sobre dominação, sobre alguém que geralmente domina nas suas relações, mas está à procura de alguém para dominá-la, e isso serviu de inspiração para a criação do roteiro do clipe, que foi feito por mim.

A ideia foi trazer para o videoclipe fetiches que são amplamente conhecidos e comuns, como por pessoas em coleiras e amarradas em cordas, dentro do meu universo, ou seja, utilizamos de uma estética afro urbana, completamente fashion, para dar vida aos looks e cenas. O clipe tem a premissa de pôr na tela esses desejos sexuais que são lidos como “impuros” ou “anormais”. Por que ter medo de se expressar sexualmente? Somos livres e não devemos ter medo disso, desde que respeitemos todos e todas!


Não podemos deixar de falar sobre Alagoas, como você classifica o apoio dos alagoanos em relação a sua arte? Nos conte sobre sua relação com sua cidade de origem.


Eu recebo um carinho enorme das pessoas da minha cidade e do meu estado! Como citei, fui a primeira drag cantora com material autoral daqui, então as pessoas quando me veem sempre cantam um trecho de ‘Salto 15’, é muito gratificante. Em Alagoas há uma cena de drag queens bem diversa, temos clubbers, DJs, as caricatas, mas infelizmente ainda há poucas drags cantoras.


Maceió é uma cidade pequena, quando se compara com outras capitais, então isso acaba facilitando meu trabalho de conexão com as pessoas, sabe? E isso é ótimo, porque eu sou sempre muito bem recebida em todas as festas e locais que faço show! E possuo uma relação muito forte com minha cidade, que de alguma maneiro tento trazer isso para os meus projetos. O videoclipe de 'Salto 15' foi gravado em uma comunidade bem conhecida por aqui, que vive às margens do antigo lixão daqui da cidade, a Comunidade Vila Emater. Em 'Pegar Fogo', foi gravado em um museu tradicional, a Associação Comercial de Alagoas.


"Acredito muito na valorização da minha cidade, da arte local e acho fundamental levar para o público de onde venho e quais são minhas raízes", conta Maju Shanii.

Agora, nos conte um dia inesquecível em sua carreira.


Tive vários, nesses 6 anos de carreira eu consegui chegar em lugares que jamais imaginei. Mas, de todos, um dia inesquecível é um show de abertura para Gloria Groove, aqui em Maceió. Quem me conhece, sabe que sou extremamente fã da GG, ela é minha maior inspiração no quesito musical nacional e foi uma felicidade absurda abrir os palcos e conhecê-la. Ela é extremamente simpática, foi um amor, eu fiquei travada e só consegui tirar uma foto, mas foi lindo. Guardo comigo até hoje esse momento.


Agora, nos indique 3 artistas que também precisamos conhecer e que você admira.

Com certeza indicarei 03 artistas alagoanos:

1) Lore B. Ela é INCRÍVEL, faz um som indie, alternativo que é simplesmente delicioso, eu sou completamente fã. Inclusive temos uma música juntas, se chama ‘Haja Cor’, composição nossa. Lore merece demais ganhar o mundo!

2) Vick Makenz. É uma drag queen cantora e compositora de Rio Largo, interior de Alagoas, e o som dela é maravilhoso, um pop super chiclete, adoro o trabalho dela!

3) Boby CH. É um rapper já muito conhecido no estado, tem 10 anos de carreira, eu curto demais o som dele, temos música juntos, ‘Vem Sentir', sou muito fã.

(Fotos: Lore B, Vick Makenz e Boby CH / Divulgaçãoo)


'(Me Fazer) Tremer' possui mixagem e masterização de S4TAN. "O processo de composição e produção foi muito orgânico. A letra fala sobre dominação, alguém que está disposto a encontrar um outro alguém para dominá-lo. É uma tentativa leve de falar sobre o assunto, mas pegajoso e pop ao mesmo tempo", comenta Maju. O resultado final você confere abaixo, '(Me Fazer) Tremer' está disponível em todas as plataformas.


 

Acompanhe tudo que acontece no mundo da música, cinema e TV. Siga o eolor no Instagram.