• eolor

Impulso 2.0: UBC lança programa gratuito para acelerar carreiras de artistas independentes

Projeto que já impulsionou artistas como Romero Ferro, o grupo Mulamba e a banda Canto Cego chega à segunda edição abrindo 10 mil vagas em programa em que leva capacitação, mentoria e networking a músicos

UBC lança programa gratuito para acelerar carreiras de artistas independentes

(Romero Ferro, vencedor do Projeto Impulso 2019)


Revisão: Arthur Anthunes

Com o objetivo de levar capacitação, mentoria e networking a músicos, como forma de promover a aceleração de carreiras de artistas independentes, assim como o desenvolvimento cultural, a União Brasileira de Compositores (UBC) criou o Projeto Impulso, em 2019. Dois anos depois, o programa ressurge com novos desafios e atendendo as necessidades do cenário atual. Nesta nova versão, além da parceria inédita com a fintech cultural Noodle, o projeto será dividido em três fases, possibilitando que mais artistas sejam impactados e tenham a chance de desenvolver melhor suas carreiras, através de uma experiência digital e moderna. O Impulso 2.0 já está com inscrições abertas para até 10 mil artistas, através do site oficial do programa . Na etapa final, os cinco vencedores irão receber mentorias individuais com grandes nomes do mercado musical.

"Estamos motivados para o início do IMPULSO 2.0. A pandemia inviabilizou a continuidade imediata do projeto em 2020 mas encontramos na NOODLE a parceria ideal para anabolizar esta ideia de uma aceleradora digital de talentos e potencial carreiras futuras, sem fins proprietários, com a ambição de ser uma incubadora para tanta gente buscando soluções para seguir em frente. Uma equipe de mentores qualificados se junta à UBC neste propósito nobre e fundamental" - afirma Marcelo Castello Branco, diretor executivo da UBC.

(Marcelo Castello Branco, diretor executivo da UBC, abriu as portas da entidade na estreia do Impulso, em 2019 - crédito UBC)


A orientação do Impulso 2.0 fica a cargo de Iuri Freiberger, fundador e diretor da Gramo Design Estratégico - empresa de inteligência para mercados criativos, que conta com 25 anos de experiência nos setores cultural e musical. Iuri aplicará uma metodologia de imersão nas histórias artísticas pregressas dos selecionados. O Ecossistema Estratégico do Impulso (Mentoria, Capacitação e Networking) é a base geral dos temas que serão trabalhados durante a execução do projeto, sob a orientação dos mentores especialistas em cada setor. Iuri é, atuando como músico multi-instrumentista, produtor musical, pesquisador, professor universitário, gestor público, empreendedor criativo e articulador do setor cultural.

Mais do que planejar, é necessário executar. Por isso, o projeto reunirá diferentes profissionais a fim de gerar um aprendizado 360º sobre a gestão da carreira para o artista. Entre os nomes que irão o compor o time dos workshops coletivos e/ou mentorias individuais, estão Renata Mader (Altafonte Brasil), Pablo Bispo (selo Inbraza - Som Livre/ Brabo Music Team), Elisa Eisenlohr (Warner Chappell), Leo Feijó (Música & Negócios), Kamilla Fialho (K2L), Luisi Valadão (Lupa Comunicação), Marina Mattoso (Jangada), Constança Scofield (Toca do Bandido), Fabiane Costa (Produção Artística/Espaço Favela - Rock In Rio), Marisa Gandelman (Advogada especialista em Direitos Autorais e Ex-CEO da UBC), Pedro Seiler (Queremos!), Pedro Tourinho (MAP Brasil) Igor Bonatto e Fabiano Guimarães (Noodle), Romero Ferro (Cantor, Compositor e vencedor da 1ª edição do Impulso) e Maurício Spinelli (Rabixco), Fernando Lobo (Head of Music na TV Globo) e Paula Lima (cantora e Diretora da UBC).

"Este projeto esteve muito dentro do pensamento de impulsionar, mas também de mergulhar na parte de criação artística e gestão de carreira, que é fundamental! Eu sentia muita falta de projetos que falassem também de gestão e conceito criativo, pois uma carreira é um processo 360, onde todos os lados são importantes e precisam ser desenvolvidos." - relata Romero Ferro.

Entre os diferenciais desta nova edição, o destaque vai para o ineditismo da parceria com a fintech cultural Noodle. A empresa traz como premissa a missão de conectar a indústria global da música através de uma rede dinâmica de recursos, informações, pessoas e ideias democratizar o acesso a recursos - permitindo, assim, que a indústria cresça de uma forma mais simples, diversificada, justa e acessível. Além dos vídeos sobre educação financeira que serão fornecidos aos participantes, no Impulso 2.0 a Noodle irá aplicar sua plataforma de inteligência para auxiliar na seleção para as fases finais, financiar participantes elegíveis e, por fim, os fundadores Igor Bonatto e Fabiano Costa serão mentores com foco em finanças.

"O único caminho para garantir que o crescimento observado no mercado da música seja bem distribuído é através da educação. Ao somarmos forças com a UBC, conseguimos dar escala na capacitação do mercado, formando uma geração mais preparada para as novas dinâmicas da indústria", afirma Igor Bonatto.

SOBRE AS 3 FASES

A 1ª fase (Seleção por Interesse), que terá duração de 2 meses, irá acolher até 10.000 associados da UBC inscritos para participar de um ambiente virtual onde terão acesso a conteúdos educativos sobre direitos autorais, indústria musical e finanças, além de quizzes para testar o conhecimento. Durante este período, os participantes serão pontuados, na medida em que forem consumindo essas mídias e respondendo aos quizzes. Ao final dessa fase inicial, a equipe da UBC fará uma seleção de 100 participantes, levando em conta a pontuação, o empenho e o potencial para desfrutar a próxima etapa.

Já na 2ª fase (Seleção por Qualificação), também com duração de 2 meses, os 100 artistas selecionados terão acesso a uma capacitação mais aprofundada e exclusiva, com workshops coletivos - gravados e ao vivo -, tendo como base 10 temáticas ligadas aos principais desafios levantados pelos vencedores da última edição do Projeto Impulso, como: Rede de Contatos/Parceria; Planejamento; Sentimentos; Participação Feminina; Discurso; Conceito/Qualidade; Marca; Produto; Valores/Recursos; e Regionalismo. Os participantes desta fase também terão acesso a um edital com informações para inscreverem seus projetos e concorrerem a uma vaga na 3ª fase.

A 3ª e última etapa (Seleção por Resultados) irá selecionar 5 dentre estes 100 artistas com base na performance e nos projetos apresentados. Durante 6 meses, esses vencedores irão receber mentorias individuais, com capacitação e soluções personalizadas. Além disso, também serão premiados com um conjunto de serviços e um songcamp exclusivo oferecidos por parceiros da UBC.

Acompanhe tudo que acontece no mundo da música, cinema e TV. Siga o eolor no Instagram.