Menos é Mais promete agitar Brasília com o lançamento do projeto “De volta pra casa”

O projeto será uma homenagem ao início da carreira do grupo e já tem confirmada a participação do cantor Dilsinho, que vai se apresentar no evento.

(Foto: Divulgação)


Revisão: Arthur Anthunes

 

O grupo de pagode Menos é Mais acaba de lançar o projeto “De volta pra casa”. O evento é organizado pela R2, plataforma de entretenimento e de diversão, em parceria com a Bem Dito Produções. Nosso sonho cresceu e ganhou o mundo, rodamos de canto a canto apresentando a nossa verdade, a nossa alegria em forma de música e agora chegou a hora de voltar pra casa, com a bagagem cheia de histórias e de saudades., revela o grupo.

Criado em 2016 pelos amigos Gustavo Goes e Jorge Farias, não demorou muito para que o carisma do grupo conquistasse o público local, consequentemente se tornando presença carimbada nos bares da capital federal. Em 2017, além de expandir seus horizontes, receberam Duzão, Paulinho Félix e Ramon Alvarenga para completar o time.

Atualmente, com quase 5 anos de estrada e shows esgotados, graças ao seu repertório de interpretação de grandes sucessos musicais, acumulam cerca de 4 milhões de ouvintes mensais em suas plataformas digitais.



No Youtube, o grupo conta com mais de 3 milhões de inscritos em seu canal, e com uma base de 2 milhões de visualizações por vídeo. Principalmente no quadro Churrasquinho Menos é Mais, que já teve como convidados grandes nomes da música brasileira, como: Mumuzinho, Sorriso Maroto e Belo.

Agora os pagodeiros estarão de volta para onde tudo começou e vão poder celebrar com os brasilienses as conquistas que alcançaram ao longo da carreira. O encontro acontece no Estádio Nacional, dia 16 de janeiro de 2022. Dilsinho é o primeiro nome revelado da lista de convidados surpresas. Ele vai se apresentar no evento do grupo. A venda de ingressos acontece pelo site da R2.

O evento vai acontecer anualmente e além de música, os artistas vão compartilhar as experiências vividas pela banda com o sucesso que teve ascensão durante o período pandêmico. “Fomos abraçados pelo Brasil e estamos voltando para abraçar a nossa Brasília, pois viajar é bom demais, mas voltar pra casa é melhor ainda”, contam os músicos.

 

Acompanhe tudo que acontece no mundo da música, cinema e TV, siga o eolor no Instagram.