• eolor

Revista eolor chega aos 100 mil seguidores no Instagram, alcançando 37 milhões de pessoas

Plataforma foi criada em 2019 com o olhar negro sobre o mundo do entretenimento.

(Foto: Divulgação)


A revista eolor chegou aos 100 mil seguidores no Instagram. Criada em 2019 pelo jornalista Arthur Anthunes, a plataforma voltada para o mundo do entretenimento acumula uma base substancial de espectadores. Atualmente, são mais de 37 milhões de contas e pessoas alcançadas pelo perfil.


"Esse número é muito importante para nós", diz Arthur, que também trabalha como diretor de conteúdo e apresentador. "No início, queríamos apresentar um olhar diferenciado sobre o mundo da música e do cinema, apresentar narrativas que eram colocadas de lado, principalmente sobre histórias de artistas negros no cenário popular. Crescemos muito, aprendemos bastante e, hoje, podemos dizer que realizamos um trabalho diário de informação e paixão".



O nome eolor surgiu de Éolo, que na mitologia grega, era o guardião dos ventos. "Eu queria um nome que fosse curto, estranho e que estivesse fora das formas POP que já existem. Então pensei em eolor partindo da ideia de que assim como Éolo guardava e transportava os ventos, nós iríamos guardar e levar informação", explica Anthunes.


Ao longo de quase 3 anos de existência, o perfil já foi notado por nomes como Kylie Jenner, Halle Bailey, IZA, Ludmilla, Marina Sena, Pabllo Vittar, GKAY e uma série de nomes famosos no entretenimento.




Hoje, a revista digital é formada por 5 pessoas, além dos colaboradores que dividem suas funções entre o site e as redes sociais. "Nosso objetivo é continuar crescendo. Expandir nossa atuação nas redes, apresentar conteúdos originais. Temos muitas ideias e temos certeza que nossos seguidores vão adorar todas as novidades", conta Arthur.