• eolor

Conheça Anttoni, promessa do pop nacional que transformou seu passado com 17 ex-namorados num álbum

Atualizado: 22 de nov.

Ao eolor, o cantor revela com exclusividade, a capa de seu novo álbum ‘Parte de Mim’ e detalhes de sua nova era

Anttoni. Foto: Victor Araújo


Você já conheceu alguém com 17 ex-namorados? Pois bem, te apresentamos Anttoni, o artista de 23 anos que está lançando seu novo álbum, ‘Parte de Mim’. Carioca, o jovem cantor diz que deseja influenciar as pessoas com sua música, trazendo uma sonoridade que perpassa pelas grandes massas. “É um álbum muito pessoal, tanto que defino ele como ‘parte de mim’. Acho que a única coisa que eu poderia cantar sobre são as minhas vivências de relacionamentos”, diz Anttoni em entrevista ao eolor. “Trago toda essa vivência de ‘começa e termina’, num ciclo sem fim e o quanto isso me afetou. Porque um relacionamento já muda muito sua personalidade, você acaba mudando por pessoas e me fiz e refiz diversas vezes a cada relacionamento. Parei e percebi essas mudanças, trazendo isso pro álbum, cada parte de mim num relacionamento, contando em cada faixa”.


Sobre inspirações musicais, Anttoni diz que se inspira em Cazuza. “Sou muito fã do trabalho dele”, conta o artista. “Inclusive, ‘Coração Partido’ [faixa presente no álbum] é uma música que referencia muito Cazuza”.


“Todas as composições do álbum são minhas, inclusive ‘Aplicativo Duvidoso’, que desejo trabalhar como single”, conta Anttoni. “É uma música baseada no Tinder. A história de Felipe, inclusive cito ele na música, quero deixar bem claro que é uma música pra ele, dou nome aos bois. Porque tem Carla, tem Júlia e agora vai ter Felipe. Nos conhecemos no Tinder, dois dias depois ele disse que me amava, mas na verdade ele só queria sexo. Não precisa enrolar fingindo que ama a pessoa. Se for só sexo, tudo bem. Por isso que canto da música ‘vamos ao que interessa, fod* comigo agora, me usa e depois joga fora’”.


Anttoni. Foto: Victor Araújo


Anttoni conta também que seu álbum de estreia apresenta nuances de sua evolução pessoal e artística. “O álbum é muito baseado no amor, acredito que o amor é tudo, até mesmo as desilusões que recebemos com ele”, explica o carioca. “Acho que sou um artista de álbuns, preciso contar uma história e vejo isso como algo muito audacioso da minha parte, lançar um álbum sem ter um público em massa. Mas acredito nisso, criei uma narrativa e acho que esses 17 ex-namorados funcionam nesse aspecto”. O cantor destaca ainda que nunca pediu ninguém em namoro dentre esses 17 relacionamentos e que, por mais que pareça, nunca foi uma pessoa de ‘ficar’ com muitas pessoas ao longo da vida.


A capa do álbum é baseada numa pintura renascentista e surgiu a partir da paixão do cantor pela história. “Estou trabalhando neste álbum desde 2020 e a capa do álbum surgiu a partir dessa estética renascentista. Todo mundo já viu essa imagem do anjo caído”, destaca o artista ao citar a obra de Alexandre Cabanel, criada em 1868, como inspiração.


(O Anjo Caído, Alexandre Cabanel, 1868)


Ao eolor, Anttoni, que nunca tinha revelado seu rosto para o público, anuncia, com exclusividade a capa e a tracklist do álbum ‘Parte de Mim’. O projeto tem previsão de lançamento para o mês de novembro deste ano.

Capa do álbum ‘Parte de Mim’, de Anttoni. Foto: Victor Araujo ; Edição: Mateus Vitório


Tracklist do álbum ‘Parte de Mim’:

  1. Parte de Mim (Interlude)

  2. Aplicativo Duvidoso

  3. Lá Vou Eu de Novo

  4. Encosta em Mim

  5. Ciclo Sem Fim

  6. Intenso e Exagerado

  7. A Gente se Perdeu

  8. Cansado Demais

  9. Você Não Merece

  10. Arte