• eolor

Ludmilla e Gloria Groove serão headliners de festival internacional de música

Festival que celebra a inclusão e dá espaço à artistas LGBTQIA+ e seus aliados, ocorre nos dias 1, 2 e 3 julho de 2022, na cidade do Porto, em Portugal. Edição brasileira está sendo preparada e chega ao Brasil em 2023

(Foto: Divulgação)


Revisão: Gabriela Lins

 

Nos próximos dia 1, 2 e 3 de julho de 2022, na cidade do Porto, em Portugal, está marcada a estreia do LGBT+ Music Festival, primeiro festival abertamente LGBTQIA+ que acontecerá na Alfândega do Porto – com o Rio Douro como pano de fundo – com 72 horas de festa, música, debates e arte divididos em quatro palcos. Entre seus headliners as brasileiras Ludmilla e Gloria Groove e astros internacionais como Iggy Azalea, Melanie C, Todrick Hall, Peaches, Little Boots, Sammy Jo, Eliza Legzdina e The Illustrious Black e ainda nomes da comunidade como a DJ Jodie Harsh e a drag queen Bimini Bon-Boulash – só para citar alguns dos já confirmados.


Com o intuito de elevar a diversidade e promover a igualdade, o festival, realizado pelo Apollon Group e comandado pelo diretor Marco Azevedo, será um dos primeiros abertamente LGBTQIA+ dedicado à música pop. Com expectativa de público de 35 mil pessoas, serão anunciadas ainda apresentações de DJs, performers e dançarinos de todos os cantos do mundo espalhados por quatro palcos. O pacote fica ainda mais vibrante quando se pensa na cidade do Porto, uma das mais seguras do mundo, que conquistou prêmios importantes tal qual ser eleita quatro vezes consecutivas o melhor destino da Europa no World Travel Awards.


Para garantir que todos possam celebrar livremente, o Apollon Group estabeleceu parcerias com o Turismo do Norte e o Município do Porto, bem como uma vasta rede de restaurantes, bares, baladas e hotéis da cidade do Porto, permitindo uma experiência única. Também apoiam o festival grandes organizações internacionais da comunidade como a brasileira Câmara LGBT e, em Portugal, a Associação Variações, a ILGA e a Câmara LGBT– todos juntos pela maior celebração do verão. “Porto é uma cidade maravilhosa e segura. Estamos empolgados por oferecer os melhores artistas do mundo, celebrar a identidade e a cultura LGBTQIA+ não somente em festas realizadas em barcos ou rooftops com vistas de tirar o fôlego. Para além da arte, haverão conferências com líderes da comunidade, exposições de pintura, de fotografia e desfiles de moda, é realmente imperdível”, adianta Marco Azevedo.


EDIÇÃO NO BRASIL


Não bastasse a estreia do festival, a Apollon Group – que tem no seu portfólio sucessos como o Trace Made in Africa – pretende, já em 2023, trazer o LGBT+ Music Festival para o Brasil em cidade a ser definida. E, tanto para a implementação de sua versão brasileira bem como para conectar as duas nações, André Almada, empresário da cena de entretenimento LGBTQIA+ brasileiro, assume o posto de embaixador e country manager. “A meta agora é conectar o evento com nosso país e mostrar a nossa comunidade a força de Porto como um destino LGBTQIA+. Mas, claro, estamos muito felizes e já repletos de ideias pensando no formato da edição brasileira, na qual também celebraremos o orgulho com arte, música nacional e internacional e muito pensar”, adianta Almada.


Se nesta estreia em Portugal o LGBT+ Music Festival angariou parceiros como a MTV e a revista Atiitude, o Brasil será a próxima aposta do grupo para investimento focado somente em artistas LGBTQIA+ e seus aliados e sua comunidade. “A nossa relação com o Brasil é muito importante porque somos unidos pela mesma língua, o que contribui para passar a mensagem de diversidade e inclusão, especialmente nas pessoas mais jovens. Queremos ajudar a construir um mundo melhor para todos, especialmente para quem tem a orgulho de ser quem é em seus plenos direitos num clima de paz e direitos humanos”, finaliza Marco Azevedo.


Para conhecer o line-up, comprar os ingressos e verificar as condições de descontos em parceiros, acesse www.lgtmusicfestival.com.

 

Acompanhe tudo que acontece no mundo da música, cinema e TV. Siga o eolor no Instagram.