• eolor

Entenda o "After School", novo EP de Melanie Martinez

Numa distopia visual, cantora imerge em sentimentos íntimos, porém universais.

Entenda o "After School", novo EP de Melanie Martinez

(Foto: Melanie Martinez / Divulgação)


Melanie Adele Martinez, conhecida por seu nome artístico Melanie Martinez, é uma cantora nova-iorquina de 25 anos que ganhou alcance mundial ao longo dos últimos 5 anos através de suas músicas com letras fortes e visuais distópicos. Recentemente, Melanie chamou atenção da mídia e do público com o lançamento de seu novo EP, o "After School".

Cantora vem trabalhando no EP desde 2017. Ao longo dos últimos 3 anos, Melanie explica que aprendeu muito e que cada uma das músicas presentes no projeto funciona como uma espécie de "marcador" para uma determinada emoção ou lição com a qual ela estava lidando naquele período.

O "After Shcool" se apresenta com SETE faixas e chega após o lançamento do álbum "K-12" de 2019, aclamado projeto visual em formato de filme que conta a história de Crybaby, uma garota forte e sensível, numa viagem surrealista, mas com temáticas pertinentes e denúncias reais para a nossa sociedade.

Através de suas redes sociais, Melanie explicou o conceito de cada uma das 7 faixas. A primeira delas, "Notebook" é uma música de rompimento muito emocionalmente crua, escrita em 2017 e versando sobre como você define limites em sua vida, após passar por momentos de provação.

After School Melanie Martinez References Explicação

(Foto: Álbum "After School" / Divulgação)


A segunda faixa, "Test me" é uma música sobre aceitar os desafios da vida como testes do universo, que constroem força e sabedoria. É também sobre entender que suas experiências na vida ensinam mais do que as próprias aulas escolares em si, fazendo referência ao seu trabalho anterior no "K-12". Em seguida, "Brain & Heart" trata da importância de ser uma pessoa equilibrada na sua tomada de decisão, usando uma quantidade igual de lógica e emoção. "Numbers" fala sobre se sentir mal pago e sobrecarregado em um sistema que trata você como se fosse descartável, funciona como crítica ao mundo e à sociedade que te trata literalmente como um número.

A quinta faixa "Glued" é sobre o apego e consequente desapego. Nas palavras da própria Melanie, é o momento"quando você está completamente apegado, você tem potencial para se machucar, mas é capaz de sentir a profundidade do amor. Quando você está desapegado, você se salva de uma dor potencial, mas nunca consegue sentir esse nível de amor".

Em seguida, com "Field Trip" somos imersos numa música mais pessoal sobre algumas das complexidades de quem Melanie é como humana. Sobre ser empática, num caminho de vida, numa ponte entre o divino e o material. "O contraste entre o que minha mãe ia me chamar quando eu estava no útero (Katarina - luz pura) e o que ela acabou me chamando no minuto em que nasci (Melanie - escuridão) e também um lembrete de que qualquer caixa imaginária que as pessoas colocam em mim. Eu sempre encontrarei uma saída".

(Foto: Melanie no clipe de "The Bakery" / Divulgação / Youtube)


Na última faixa e lead single do projeto, "The Bakery", Melanie explica que canção soa como uma música sobre "trabalhar sem entusiasmo em uma padaria do colégio" porque ela precisava ganhar dinheiro para investir em sua arte e sua música. Clipe surrealista da canção já conta com mais de 10 MILHÕES de visualizações no Youtube. Confira!

Mais uma vez, Melanie mostra sua força artística ao lidar com tanta sutileza e originalidade sobre temas reais e sentimentos intrínsecos à sua vida, mas que se universalizam ao redor do mundo. Uma arte incrível e que merece atenção.


Texto: Arthur Anthunes

eolor


Acompanhe o eolor no Instagram.